Notícias » ECONOMIA

01 de Fevereiro de 2018
Dólar termina janeiro a R$ 3,18 e tem maior queda mensal em 6 meses
No mês, moeda acumulou queda de 4,05%
Clique para ampliar

O dólar fechou praticamente estável nesta quarta-feira (31), no patamar de R$ 3,18, com o mercado mais otimista diante da cena política local, mas com os agentes econômicos acreditando que será difícil cair muito mais no curto prazo por conta da reforma da Previdência.

O dólar subiu 0,01%, a R$ 3,1803 na venda, acumulando recuo de 4,05% em janeiro, maior queda mensal desde julho passado (-5,87%), segundo a Reuters.

Nesta quarta-feira, a moeda norte-americana fechou com leve alta após mostrar queda firme na primeira etapa de negociação, com a formação da taxa Ptax de final de mês. O mercado estava à espera do desfecho do encontro do Federal Reserve, banco central norte-americano.

Na mínima do dia, a moeda norte-americana foi a R$ 3,1464 e, na máxima, a R$ 3,1938.

"Como a mudança na Previdência vai contra os anseios políticos dos eventuais candidatos, dificulta o trabalho do governo em conseguir votos", disse à Reuters o diretor de operações da corretora Mirae, Pablo Spyer, para quem a reforma não deve ser aprovada e, assim, o dólar tende a subir.

 

Cenário local

 

A votação em primeiro turno da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados está marcada para 19 de fevereiro, mas o governo ainda não tem os 308 votos necessários para passar o texto e, por isso, seguia negociando com a base aliada.

Para fevereiro, os investidores também vão ficar à espera da atuação do Banco Central no mercado cambial, uma vez que em março vencem US$ 6,154 bilhões em contratos de swap cambial tradicional, equivalentes à venda futura de dólares.

"Acredito que o BC pode deixar vencer parte desse total, caso o dólar permaneça nesses níveis", avaliou o tesoureiro de um grande banco estrangeiro.

O estoque total de swap cambial tradicional é de US$ 23,796 bilhões . A última vez que o BC atuou no mercado foi em dezembro, rolando integralmente os swaps que venceram em janeiro.

Fed mantém juros nos EUA

 

Nesta sessão, o dólar passou por movimento técnico pela manhã e caiu mais de 1%, com a formação da taxa Ptax de final de mês e, à tarde, ficou sob expectativa da decisão do Federal Reserve, banco central norte-americano, que ocorreu simultaneamente ao fechamento do mercado cambial brasileiro à vista.

O Fed não mudou a taxa de juros dos Estados Unidos, mas informou que vê a inflação subindo neste ano, alimentando as expectativas de que elevará as taxas em março, sua próxima reunião.

Após a divulgação do Fed, o dólar futuro no Brasil ampliou ligeiramente a queda, a cerca de 0,10% no final da tarde.

A forte queda do dólar frente ao real em janeiro veio com o mercado apostando que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está mais distante da corrida eleitoral deste ano, após sua condenação por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro ter sido confirmada por unanimidade em segunda instância na semana passada.


+ NOTÍCIAS


 
NO AR

Programa Sem Parar

Com: DJ Virtual
Horário: O dia todo
TOP MÚSICA
  • 1
    ANA VILELA

    ANA VILELA

    TREM BALA
  • 2
    HENRIQUE E JULIANO

    HENRIQUE E JULIANO

    VIDINHA DE BALADA
  • 3
    ED SHEERAN

    ED SHEERAN

    SHAPE OF YOU
  • 4
    NEGO DO BOREL PART. WESLEY SAFADÃO E ANITTA

    NEGO DO BOREL PART. WESLEY SAFADÃO E ANITTA

    VOCÊ PARTIU MEU CORAÇÃO
  • 5
    MATHEUS E KAUAN

    MATHEUS E KAUAN

    TE ASSUMI PRO BRASIL
  • 6
    MARILIA MENDONÇA

    MARILIA MENDONÇA

    DE QUEM É A CULPA
  • 7
    SIMONE E SIMARIA PART. ANITTA

    SIMONE E SIMARIA PART. ANITTA

    LOKA
  • 8
    GUSTAVO MIOTO

    GUSTAVO MIOTO

    IMPRESSIONANDO OS ANJOS
  • 9
    LUAN SANTANA

    LUAN SANTANA

    ACORDANDO O PREDIO
  • 10
    JORGE E MATEUS

    JORGE E MATEUS

    SE O AMOR TIVER LUGAR
PUBLICIDADES
REDES SOCIAIS
    
PEÇA SUA MÚSICA
Nome:

Email:

Cidade / UF:

Pedido:

Por medida de segurança, digite os 5 dígitos
do código exibido abaixo

x6krt
Copyright © 2018 - Difusora AM - Olímpia/SP